Sábado, 01 de Novembro de 2014
   
Fonte

Nesta semana nossa reportagem percorreu alguns pontos de Santa Isabel utilizados por banhistas e fãs de pescaria que eram frequentados por isabelenses e moradores das cidades vizinhas.

Para acompanhar nossa equipe, convidamos o Presidente da APASIAN (Associação dos Pescadores Amadores de Santa Isabel África Nilo), Jair Simão Ferreira, que mostrou uma triste realidade encontrada nos principais “pontos turísticos” que possuía grande concentração de água para pescaria e principalmente para o lazer.

JAGUARI: No Final da Rua Terezinha de Lima Bueno, bairro do Jardim Eldorado, uma parte da Represa do Jaguari é um triste exemplo da situação que se encontram os pontos turísticos de Santa Isabel. O baixo no nível da represa é assustador e, emocionado, Jair Simão conta que a diferença é de mais de 20 metros, uma baixa notável se compararmos como estava em fevereiro deste ano.


Em junho deste ano o Jornal Agora News realizou uma matéria reportando que as alterações feitas em um dos sentidos da movimentada Avenida Barão do Rio Branco, no bairro do BNH, têm causado transtornos aos motoristas e trazido insegurança aos moradores.

Na oportunidade moradores ressaltaram que após as mudanças, a Prefeitura de Santa Isabel pintou no chão uma discreta sinalização, além de colocar uma pequena placa de contramão que não é vista, ou não é respeitada, já que a maioria dos carros continuavam trafegando pelo local proibido.

Depois das mudanças, diversas dúvidas confundiram quem utiliza frequentemente aquelas vias. Ficou contramão para quem vem da Estrada Monte Negro em sentido a Barão do Rio Branco, mas não ficou para quem sobe a Presidente Vargas sentido Barão do Rio Branco (Centro). Não ficou claro para o motorista se quem sobe a Presidente Vargas pode virar a direita, já que não há placas neste sentido. Quem sobe a Rua Ipê também fica inseguro se pode trafegar sem surpresas, já que as mudanças não emplacaram totalmente.


Em tempos de escassez de água nas torneiras, toda sorte de artifícios para armazenar e garantir o produto em casa é posta em prática. Mas, cuidado! Dependendo do modo como a água é conservada, toda a família pode estar em risco.

É o que explicam os especialistas em análise da água e alimentos. “Não adianta adquirir água de uma fonte confiável se ela for guardada de maneira inadequada”, frisam.

Para consumo humano, cozimento de alimentos, banhos e lavagem de louças, a água estocada – com exceção da mineral, envasada de fábrica - deve receber adição de hipoclorito de sódio. A regra vale, inclusive, para as aquisições feitas de caminhões-pipa particulares ou mesmo das Prefeituras.

“Não adianta ferver, porque nem todas as bactérias morrem. Para cada mil litros de água, basta adicionar um litro de hipoclorito de sódio, ou, para cada litro de água, uma colher da substância, que não é a água sanitária usada para limpeza de casa. Depois disso, o recomendado é aguardar cerca de duas horas para poder ingerir a mistura”, ensinam.


O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo - TC-SP solicitou para que a Prefeitura de Santa Isabel suspendesse (TC-005042.989.14-5) a licitação que seria realizada na última quarta-feira, 29/10. O pregão presencial nº 85/2014, do tipo menor preço por lote, elaborado pelo executivo municipal, tinha como objeto o “Registro de Preços para eventual fornecimento parcelado de Pães e Mini Bolos, durante 12 meses, conforme condições estabelecidas”.

A suspensão da licitação por parte do TC-SP veio através do recurso/denúncia da empresa “Du Trigo Pães e Doces Ltda”, que fundamentou a ação alegando que mediante pesquisa efetuada em várias redes de supermercados e, consultando outras fábricas que trabalham no seguimento de merenda escolar, não encontrou produto que atenda às especificações requeridas no edital isabelense e que existem fortes indícios de direcionamento da licitação devido a complexidade dos itens descritos no edital. Já a Prefeitura de Santa Isabel alega que o desmembramento do lote licitado aumentaria a participação da disputa.


Um flagrante de descaso com o dinheiro público foi visto no início da semana nas Ruas Avelino Rodrigues de Camargo e Duque de Caxias, localizadas no bairro do Monte Serrat. Após receber algumas denúncias, nossa reportagem pôde avistar postes com lâmpadas acesas mesmo durante o dia.

“Não vejo qual a necessidade dessas lâmpadas acesas a qualquer hora do dia. Esse custo sai do nosso bolso. Um absurdo isso que fazem, pois nós economizamos em nossas casas e, ao invés de darem o exemplo, não fazem. Dá uma olhada nisso”, diz o morador ao apontar para as luzes acesas às 11h00 da manhã.

Nossa reportagem entrou em contato com o Secretário de Serviços Municipais, José Elói Barbosa (Zico) para saber de quem é a responsabilidade das iluminações públicas e se no caso de desperdício, é a população quem paga a conta. Segundo o secretário há uma taxa que é cobrada na conta de energia elétrica, relacionada à iluminação pública, no valor de R$ 5,40 e a Elektro é a atual responsável pela iluminação dos postes públicos.


Cuide do seu animal, vacine seu cachorro e seu gato na campanha contra a raiva.

A Secretaria de Saúde de Santa Isabel em conjunto com a Prefeitura municipal, irá organizar a campanha de vacinação para cães e gatos no mês de novembro. O trabalho de vacinação antirrábica de 2014, também acontece nos bairros.

Segundo a coordenação da campanha, os trabalhos serão iniciados pela zona rural, onde as equipes passarão por São Carlos na escola do bairro e Pouso Alegre no posto de saúde.

Já no dia, 04, na parte da manhã, as vacinas serão aplicadas no bairro do Monte Negro, e no período da tarde, os agentes atenderão nos bairros Recanto Alpina e Jardim Portugal.


Aos 76 anos e curtindo uma nova fase na carreira, Lauro César Muniz, autor de novelas como o Salvador da Pátria, notabilizada por Lima Duarte no papel do boia-fria Sassá Mutema, aproveitou o bate papo com 110 pessoas na Biblioteca de Arujá, a maior parte estudantes, para estimular os jovens a lerem mais.

A atividade realizada na da última semana faz parte do programa Viagem Literária, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo. O objetivo da iniciativa é aproximar os cidadãos de autores, livros e bibliotecas.

Fora da TV após mais de 25 anos trabalhando para a Rede Globo e a Rede Record, Muniz afirma que não quer mais fazer novela para se dedicar a peças teatrais e, possivelmente, dois filmes para o cinema. “As novelas consomem muito tempo e tenho 27 anos de dedicação a elas. Está na hora de fazer mais teatro, escrever novas peças e existe a chance de eu trabalhar com filmes nos próximos anos”, disse.


Enfim, acabaram as eleições. Toda a correria, poluição visual, propagandas na TV e todo o movimento típico da corrida eleitoral ficaram para trás. E, como você sabe caro leitor, este é o espaço onde nos posicionamos, onde escancaramos nossa opinião e deixamos de lado a imparcialidade.

Hoje, vamos propor algo diferente. Ao invés de nos manifestarmos sobre o merecimento da vitória da Dilma, ou, a perda de Aécio, decidimos usar este espaço para provocar. Isso mesmo, hoje, nosso maior objetivo é te desafiar a fazer uma análise mais profunda acerca dos resultados desse segundo turno histórico para o Brasil.

Em primeiro lugar, nós te convidamos a refletir: Será que a Dilma realmente ganhou essa eleição? Bom, é obvio que ela foi a mais votada e, graças ao percentual alcançado a petista foi reeleita presidenta. Para refletirmos melhor, vamos aos números:


Na última semana uma denúncia realizada na Delegacia da cidade de Arujá chamou a atenção da mídia regional. No depoimento, uma mãe prestou queixa sobre um suposto abuso sexual contra sua filha de três anos e ainda levou uma gravação que relata o fato de ter sido coagida por uma Conselheira Tutelar.

Segundo a mãe da vítima, a conselheira esteve em sua casa para falar sobre o caso, pedindo para que a denúncia fosse retirada. Tudo foi gravado pela mãe da criança. No áudio a conselheira alega que “ninguém lembra de nada aos três anos de idade”, portanto bastaria a mãe levar a menina à um acompanhamento psicológico e não tocar mais no assunto do abuso, assim a criança esqueceria o que aconteceu.


Esta semana foi marcada por dois momentos distintos na cidade de Santa Isabel que sofre sua pior crise hídrica de sua história.

Isso porque no último domingo, dia 19, foi constato fissuras no decantador da Estação de Tratamento do Brotas - ETA 2 que provocou uma grande vazão de água que afetou uma área vizinha fazendo com que o solo encharcasse e  consequentemente deslizasse morro abaixo, lembrando e muito o deslizamento ocorrido na ETA 1 em março de 2013. Imediatamente o sistema teve que ser desligado para evitar o agravamento da situação.

Nossa equipe esteve visitando a ETA 2, horas depois do ocorrido encontramos uma equipe da Prefeitura formada por diversos funcionários, secretários, diretores e de um vereador - Zé da Mula - que auxiliou nos trabalhos que fecharam as fissuras do tanque que recebe a água da Represa do Jaguari.


Pesquisar no site

Jornal Agora News - Virtual

Banner

Previsão do Tempo

Cambio

Login