Segunda, 27 de Abril de 2015
   
Fonte

O deputado estadual André do Prado, líder do PR, protocolou na Assembleia Legislativa o projeto de Lei 460 de 2015, que classifica Santa Isabel, como “Município de Interesse Turístico”.  O documento foi apresentado após o Legislativo aprovar Projeto de Lei Complementar (PLC) 32 de 2012, que estabelece uma série de pré-requisitos para receber a classificação como Estância Turística ou de Interesse Turístico. O PLC, que segue para a sanção do governador Geraldo Alckmin, contou com a coautoria do deputado André do Prado.

Um dos critérios do PLC estabelece como fundamental para o município obter a classificação é possuir destino turístico consolidado com atrativos e pontos expressivos de visitação, que gerem um fluxo intenso de visita e estada permanente na cidade.

Na avaliação do parlamentar, esta medida pode contribuir para o fomento da economia da cidade, além de potencializar a visitação aos atrativos locais, que já recebem grande fluxo de pessoas. “A cidade recebendo esta classificação terá acesso aos recursos do Fundo de Melhoria das Estâncias, para que possa ser empregado em obras de melhorias e modernização dos atrativos e de infraestrutura da cidade”, argumentou.


Estar a disposição da comunidade é poder atender “quase todas” as solicitações de matérias, para que juntos - jornal e munícipes - consigamos de alguma forma atingir o objetivo ao reportar um problema ou denuncia, que é a solução do problema, independente do grau de relevância para alguns leitores, pois, o que é importante para um, pode ser desinteressante para outros.

Nesta semana a moradora do bairro Jardim Novo Éden, Angela Silva, entrou em contato com nossa redação para ajudar na divulgação do caso de seu vizinho, senhor Adelardio (mais conhecido como Zé Betio), que reside em uma grande área no final da rua dos Antúrios, que faz divisa com outras duas grandes áreas que possuem criação de gados.

Segundo a moradora, Angela Silva, no sítio hoje reside um casal de idosos (Zé Betio e Dona Durvalina) que trabalham no local como caseiros, mas, infelizmente o senhor que trabalhava na extensa área sofreu um AVC - Acidente Vascular Cerebral em dezembro do ano passado e hoje está em fase de recuperação, impossibilitado de se locomover e para circular em sua residência faz o uso de cadeiras de rodas.

Quando ainda gozava de perfeita saúde, Zé Betio além de cuidar da área, tinha uma vasta plantação de frutas e legumes que comercializava para complementar a renda da família e após sua enfermidade, sua esposa - Dona Durvalina - é quem está à frente de algumas tarefas do sítio.


Inaugurada em 2011, a quadra de malha de Santa Isabel, localizada no “Centro de Lazer”, ao lado da Câmara Municipal do município, encontra-se em estado de calamidade. Segundo o ex-presidente do Clube de Malha da cidade, o funcionário público aposentado Oscalino Pereira dos Santos, há dois anos luta para que o local passe a ser cercado pra que impeça o fácil acesso das pessoas que frequentam o “Centro de Lazer”.

Nossa reportagem esteve no local e pôde sentir o forte cheiro de urina, além de lâmpadas danificadas, pichações, cobertores, utensílios de moradores de rua, entre outras coisas; indicando que pessoas têm utilizado o local para fins adversos ao que propõe a quadra.

Durante oito anos, Oscalino Pereira presidiu a Associação do Clube de Malha de Santa Isabel e durante todo este período, afirma nunca ter presenciado uma situação como esta. “Como vou trazer alguém para disputar campeonato com esse cheiro insuportável de urina? Não dá para aguentar! Pessoas fazem fila durante a noite para entrar aqui e usar drogas. Teve parte desta pista que utilizei dinheiro do meu bolso para fazer e olha como está!”, aponta.


No início do ano de 2013, um deslizamento de terra da encosta ao lado da ETA1 – Estação de Tratamento de Água, localizada no Bairro Treze de Maio, provocou grandes transtornos na cidade de Santa Isabel, na época ocorreu inclusive o fechamento do acesso ao município na Rodovia Vereador Albino Rodrigues Neves, via que liga as cidades de Santa Isabel e Arujá.

Desde então, a Prefeitura de Santa Isabel iniciou o trabalho político e administrativo para resolver o problema, que passou pela elaboração de um projeto e busca de recursos para a obra de contenção de encosta na área afetada.

Na época, com a estratégia de ação definida, a Prefeitura procurou o Governo do Estado de São Paulo e a Defesa Civil, para a liberação de recursos a serem aplicados na execução da obra. Após análises técnicas concluíram a necessidade da construção da “Contenção de Talude em Solo Grampeado”. A obra iniciada em julho de 2014 foi concluída em cento e vinte dias e teve o custo total de R$ 332 mil.

E para a “entrega simbólica” da obra, na última quarta-feira (22), o secretário-chefe da Casa Militar e coordenador estadual de Defesa Civil, Cel PM José Roberto Rodrigues de Oliveira, esteve no município para realizar uma visita técnica à obra de muro de contenção construído por meio de convênio entre o governo do estado e a Prefeitura de Santa Isabel.


Em meados do mês de março, a cidade de Santa Isabel recebeu uma forte chuva que provocou o acumulo de água em alguns pontos da cidade e infelizmente, devido a uma obra inacabada da Prefeitura de Santa Isabel, o córrego que corta parte do bairro Brotas teve sua vazão bloqueada provocando uma grave inundação de água e lama em três prédios públicos do município; Promoção Social, Almoxarifado e a Unidade Básica de Saúde - UBS I.

Passado pouco mais de um mês onde as chuvas diminuíram consideravelmente, seria o tempo necessário e ideal para que as respectivas secretarias providenciassem os reparos, principalmente nos locais onde há grande circulação de pessoas, como é o caso da UBS I - Prefeito Ilário Dassiê.

E não foi o que aconteceu, e depois de uma forte chuva que atingiu na manhã da última quarta-feira (22), foi o necessário para mostrar que nem o telhado da UBS I foi realizado o conserto ou  reparo, prova disto é que em vários pontos da unidade era possível detectar grandes vazamentos que deixaram funcionários e munícipes indignados com a situação.


Aos moldes da “Operação Bairro Limpo” da cidade de Arujá, onde uma força tarefa visita um bairro por semana - normalmente aos sábados - para coletar diversos tipos de materiais inservíveis como: sofás, guarda-roupas e eletrônicos; a Secretaria de Serviços municipais já está em fase de conclusão de um projeto semelhante que iniciará em breve na cidade de Santa Isabel.

Após a estabilização da coleta de lixo domiciliar, agora o Secretário Domingos Martins quer dar maior atenção aos materiais inservíveis que vem causando grandes críticas e transtornos aos moradores conscientes que ainda são obrigados a conviver com a ação de outros munícipes que já não têm nenhum respeito ao próximo, ao ambiente em que vive e que insistentemente descarta irregularmente sofás e restos de móveis nas principais esquinas da cidade.

Nesta semana nossa reportagem esteve visitando a Secretaria de Serviços municipais para saber das ações que a Prefeitura estará realizando para combater este problema que já virou uma praga urbana.


O Presidente da Câmara isabelense Evaldo Barbosa e o vereador Zé da Mula organizaram uma reunião com os taxistas da cidade de Santa Isabel e o Prefeito Gabriel Bina, para reivindicarem alteração da Lei n°589/70, que determina que o segundo condutor (motorista preposto) cumpra o horário entre às 18hrs a 6hrs, dificultando o trabalho da maioria dos taxistas que alegam necessitar da retaguarda em outros horários.

Cerca de 30 taxistas compareceram no encontro, que contou também com a presença da assessoria jurídica e do setor de tributos do executivo. O taxista, Renato da Silva Barbosa - porta-voz do grupo - explicou que o horário estabelecido por lei complica o trabalho da classe, já que no período da madrugada não têm passageiros. “Somos em 59 taxistas na cidade, recolhi 51 assinaturas. Além disso, para regularizar um funcionário gastaríamos um total de R$ 1.851,00 mensais, não temos condições para tanto”, declarou.


O secretário-adjunto da Saúde, Wilson Pollara, fará uma reunião com todos os provedores de Santas Casas, secretários municipais de saúde e diretores de hospitais do Alto Tietê para definir ações para integrar o atendimento à população da região. Esta foi à definição da reunião que aconteceu na sede da Pasta, na última quarta-feira(22) em São Paulo, que contou com as presenças dos deputados estaduais, André do Prado (PR), coordenador da Frente Parlamentar em Apoio aos Municípios do Alto Tietê, Marcos Damásio (PR), Luiz Carlos Gondim (SD) e Estevam Galvão (DEM), além dos vereadores mogianos, Chico Bezerra, presidente da Comissão de Saúde da Câmara, e Cláudio Miyake.

Sobre o suposto corte de recursos ao hospital Luzia de Pinho Melo, o secretário Pollara não descartou um possível corte de repasse devido a crise econômica e, consequentemente, da queda na arrecadação do Estado, entretanto, foi categórico em afirmar que isso não está acontecendo no momento.

O deputado André do Prado falou sobre a importância da reunião para definir as atividades que cada unidade de saúde pode realizar para não sobrecarregar apenas o Hospital Luzia de Pinho Melo. A data deste encontro não foi agendada pelo secretário, mas deverá acontecer nas próximas semanas. “O Hospital Luzia de Pinho Melo é referência no Alto Tietê. Por isso sugeri que se realizasse este encontro em Mogi das Cruzes com todos os dirigentes ligados à saúde para que possamos fazer ações concretas para melhor o atendimento dos pacientes” argumentou o deputado André do Prado.


A Associação Comercial de Santa Isabel - ACISI juntamente com o Conselho Comunitário de Segurança - CONSEG promoverão no próximo dia 06 de maio - às 20 horas - uma reunião para que os comerciantes tomem ciência das ações que estão sendo realizadas para amenizar os problemas envolvendo roubos nos comércios da região central da cidade. A reunião será aberta para todos que se interessarem pelo assunto.

Ontem, sexta-feira (24), membros da Associação Comercial e do CONSEG estiveram reunidos com o Tenente da Policia Militar de Santa Isabel, Ronildo Lopes, para alertar que nos últimos vinte dias tem aumentado o registro de casos envolvendo roubos nos comércios da cidade e que já identificaram que os meliantes estão com uma nova forma de abordagem e precisam de uma ação mais eficaz por parte do policiamento ostensivo.


Imagine se cada brasileiro depositasse R$30 em uma conta bancária. Bebês, crianças, adultos, idosos, desempregados, militares, empresários e profissionais liberais. Imagine que todos os brasileiros, sem exceção, iriam depositar essa importância em uma conta bancária.

Levando em consideração os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia Estatística) coletados em 2013, podemos afirmar que, hoje a população de nosso país gira em torno de 200 milhões de pessoas, ficaríamos em caixa com um montante de R$ 6 bilhões. Isso mesmo, caro leitor! Um pouco abaixo dos R$ 6,2 bilhões que a Petrobrás teve de prejuízo com a corrupção.

Este incrível balanço referente a 2014 foi divulgado na última quarta-feira e revelou ainda que a maior parte dos desvios (55%) ocorreu na área de Abastecimento, que foi comandada por Paulo Roberto Costa, com baixa de R$ 3,326 bilhões.

Nós, trabalhadores assalariados podemos não estar acostumados a lidar com números tão grandes ou lidar com quantias tão exorbitantes, então, veja abaixo alguns exemplos de quantas coisas seriam possíveis fazer com essa mixaria.


Pesquisar no site

Jornal Agora News - Virtual

Banner

Previsão do Tempo

Cambio

Login